domingo, 15 de outubro de 2017

Evento Mundial de Indexação 2017

Todo ano a gente participa do Evento Mundial de Indexação promovido pelo FamilySearch e esse ano não poderia ser diferente.




O trabalho voluntário dos indexadores e revisadores torna possível uma pesquisa genealógica acessível, documentada, gratuita e colaborativa. 

Esse ano, com a liberação do sistema de indexação online (em breve postagem sobre o tema), vai ficar mais fácil de participar. 

Marque na sua agenda e prepare o pote de sorvete!


...

domingo, 8 de outubro de 2017

Árvore Genealógica de Personalidade

O teste de personalidade 16personalities é muito popular na web e na última semana rendeu uma interação muito divertida e um tanto reflexiva por aqui.


É uma forma não tão convencional, mas muito interessante de fazer história da família e refletir sobre personalidade e genética.

Faça o teste, anote os resultados de seus familiares e crie sua própria árvore de personalidades.
Essa é que saiu por aqui, contrariando uma série de teorias behavoristas e corroborando algumas outras.

...

Info: Essa não é uma postagem paga ou um publieditorial.  
Imagens ilustrativas retiradas de material oficial oficial e reproduzidas meramente a título de ilustração.



domingo, 24 de setembro de 2017

Dropbox

A bola da vez por aqui é utilizar uma pasta compartilhada no Dropbox, para  trabalhar a genealogia colaborativa com a família.



Já tentou isso em casa?!
É rápido, prático e gratuito.

Aqui, dividimos em duas pastas, uma para os ramos paternos, uma para os ramos maternos.
cuidado com aqueles primos malucos que bagunçam tudo, ok?!

...


Info: Essa não é uma postagem paga ou um publieditorial.  
Imagem ilustrativa retirada de material oficial oficial e reproduzida meramente a título de ilustração.

domingo, 3 de setembro de 2017

Amores da Vida

Quando a ideia da série "Amores da Vida" surgiu, ficou evidente que teria tudo a ver com história da família, porque trataria dos gostos (os amores) da vida, de forma individual.
O projeto acabou por se tornar também, um cartão de aniversário para os membros da família e irá se estender por todo o próximo ano até setembro de 2018.


Hoje é aniversário do meu pai.
Meu pai é uma das pessoas mais interessantes que estão por ai, nesse mundão. Ele é advogado, tributaristaworkaholic, fã de tecnologia, fã de casa sempre moderna e reformada, corintiano, cidadão do mundo, tem carteira profissional de motorista e sempre pode ser visto usando relógio com o mickey mouse no ponteiro.

O cão da ilustração é o Loki, o melhor amigo canino do meu pai.

...

Info: Ilustração feita pela autora. Reprodução proibida.

domingo, 27 de agosto de 2017

História da Família em Tartã


Esse ano, o Royal Edinburgh Military Tattoo (um festival de bandas marciais realizado durante o mês de agosto em Edimburgo na Escócia) teve como tema "Splash of Tartan".

A razão disso merecer um post no amogenealogia, é que este foi considerado o Ano da História, do Patrimônio e da Arqueologia, celebrando a diversidade da família global da Escócia e isso envolveu o incentivo ao uso (e por tabela a divulgação) do tartan, enquanto símbolo dos clãs escoceses.

#edintattoo 2017

Tartan (ou tartã em português) é a padronagem de estampa quadriculada, que nós costumamos chamar de xadrez. Cada clã da escócia tem sua própria padronagem, um costume adotado à partir do século XVIII, o que é considerado como uma tradição inventada, criticada por alguns e celebrada por outros.

Inventar tradições é um costume que pode ser muito salutar e interessante para a história da família, especialmente porque a história é algo em movimento.

Os visitantes do festival foram incentivados a ir vestindo o tartã de seu clã, ou caso não possuíssem nenhuma conexão com clãs escoceses (57 clãs confirmaram presença no evento) a ir vestindo a padronagem de sua preferência.

#edintattoo 2017

No Brasil temos descendentes de todas as etnias do mundo, embora o Reino Unido esteja longe de ser um dos nossos "fornecedores principais", estima-se que quarenta e cinco mil pessoas no Brasil são de ascendência escocesa. A exemplo dos irlandeses, os primeiros escoceses e descendentes surgiram de mercenários a serviço da pirataria inglesa na costa.


História da Família em Tecido

Estamos familiarizados com brasões na identificação de famílias, então a ideia de uma padronagem de xadrez representar uma família ou linhagem pode soar nova e curiosa para a maioria das pessoas, mesmo as acostumadas com pesquisa genealógica.

Imagine se cada família no Brasil tive sua própria estampa?
Gosto de pensar que minha seria preta, branca e cinza.






Para saber mais: Scotclans.com / Wikipedia / Wikipedia (Em Inglês)


Info: Fotografias da autora. / Imagens da revista do evento, reproduzida a título de divulgação. 

domingo, 30 de julho de 2017

Família Mello

Novo Brasão na página de Heráldica:


Mello é um sobrenome português de origem toponímica, tendo o nome do local se originado na ave Melro ou Mérula. (Merlo em espanhol). Por razões fonéticas se acredita que originalmente o sobrenome seja Mello com dois "L".

Há variantes de brasão, sendo o escudo mais comumente aceito constituído de ouro com seis partes de vermelho com um circulo de prata dentro de cada parte. (O Brasão é muito semelhante ao brasão da família Almeida)


Para saber mais:



...

Info: Brasão desenhado e vetorizado pela autora. Uso livre não comercial.

domingo, 16 de julho de 2017

Heráldica na real: Famílias sem Brasão

Não raro os iniciantes em genealogia se interessam por heráldica e perguntam:

E se a minha família não tiver um brasão?

Sem pânico, mas provavelmente ela não tem. 
E há diversas razões para tal...


Etnia é a maior das razões, uma vez que a heráldica é uma tradição européia medieval.
É verdade que outras culturas também se utilizam de emblemas para marcar famílias ou clãs, como é o caso do Kamon no Japão. Contudo, essa série de postagens se refere a heráldica na visão européia.

Erro de grafia ou transliteração do sobrenome.
Amparada pela falta de registros, isso ocasiona uma lacuna que inviabiliza a determinação do brasão correto.

Linhagem.
Pelas regras da heráldica, o brasão é patriarcal, o sobrenome só deveria passar inalterado do pai para o primeiro filho, o primogênito homem de uma família, que só utilizaria o brasão original após a morte do pai. Então em termos estritamente corretos, o brasão só poderia ser ostentado inalterado por uma única família.

Posto tudo isso, ao pé da letra, quase ninguém poderia ostentar um brasão e dizer que é o brasão de sua família.

E o que isso significa?
Significa que você pode continuar a gostar, exibir e usar o "brasão original do sobrenome" mesmo não sendo legitimamente o atual herdeiro da linhagem, ciente de que isso é uma escolha e que heráldica moderna não é uma ciência exata nem tem a pretensão de sê-lo.


E se eu quiser "o" brasão 100% correto?
Não vai encontrar um, a menos claro, que você seja o descendente direto, coisa provavelmente impossível de verificar e provar.

O que fazer então?
Pesquise sua linhagem para identificar etnias e "adote" seu brasão original ou considere a possibilidade de criar seu próprio brasão de família.

Vá reunindo seus dados, porque logo mais, o amogenealogia vai te ajudar a criar seu próprio brasão original, seguindo as regras da heráldica.


...

Info: Ilustração criada pela autora.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...