domingo, 25 de setembro de 2016

Família Reis

Novo Brasão na página de Heráldica:


Reis é um sobrenome português de origem religiosa datado do século XVII e ligado ao catolicismo, fazendo referência aos reis magos.

Embora a Bíblia e demais registros não citem seus nomes nem a quantidade ou procedência dos mesmos, os chamados "reis magos" são nomeados como Baltazar, Gaspar e Melchior (ou Belchior) pela tradição católica.

É portanto, possível encontrar Baltazar dos Reis, Gaspar dos Reis ou Belchior dos Reis, como variantes do mesmo sobrenome.

O brasão é azul com uma estrela dourada de oito pontas, representando a estrela que serviu de guia aos magos do oriente até Belém.


Para saber mais:



...

Info: Brasão vetorizado pela autora. Uso livre não comercial.

domingo, 11 de setembro de 2016

Listagem de Verificação

Na semana passada falei sobre voltar ao início procurando as lacunas e pontas soltas na árvore.

Seguindo por essa linha, montei minhas novas listas de verificação de dados.
As listas ajudam a gente a organizar essa imensa coletânea que é a genealogia.




Há quem prefira fazer listas no editor de textos, nos programas de genealogia e nos apps e quem não abra mão da boa e velha lista feita à mão em papel pautado. 

Contudo, um modelo completo de como organizar listas de verificação por família incluirá:

Indivíduo - Data e Local de nascimentoData e Local de de falecimento.
Cônjuge e data e local de Casamento/ Filhos. (Fontes para documentar os dados)

...


Info: Ilustração feita pela autora que semanalmente faz listas de tarefas para casa e para o trabalho.

domingo, 4 de setembro de 2016

E agora? Retornando ao Início.


Está um pouco perdido ou um pouco parado em sua pesquisa genealógica?
Isso acontece com todos nós, de vez em quando.

Ultimamente tenho ajudado alguns amigos inciantes com suas árvores e notado que a grande maioria de nós, pesquisadores, se desanima com os enroscos da arte da genealogia.




Nas encruzilhadas e becos aparentemente sem saída, meu conselho é sempre o mesmo:
"Retorne ao início"

O início é claro, é você mesmo.

Volte dali verificando dados, anexando fontes e checando pontas.

Você poderá descobrir pessoas deixadas para trás, datas equivocadas, nomes errados e novas sugestões de registros.

Já passei por todos e tiquei cada um desses itens.
Não é um trabalho fácil, mas a essa altura, você genealogista, já deve ter percebido que genealogia é mais trabalhoso que caçar pokémons. (Para alguns é mais viciante também!)

O que mais tem me ajudado é a anexação de fontes.

Anote os finais de linha e terá material para continuar a pesquisa.
Se essa postagem tivesse trilha sonora, seria "The NeverEnding Story" na voz de Limahl.
...

Info: Banner feito pela autora que ainda não se animou a caçar Pokémons e adoraria ter um Haunter.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...